15 novembro, 2011

"Terra, Água, Ar e Fogo"



“Os quatro elementos: Terra, Água, Ar e Fogo”, correspondem a 4 fases da Obra e a 4 graus do Fogo”
“Com Aristóteles, a prima matéria foi associada às quatro qualidades: seco, frio, humidade e calor, formando assim os 4 elementos. Na medida bem que o homem manipula estas propriedades, é também possível alterar as estruturas elementares da matéria e transmutá-la.”
“Segundo uma lei atribuída a Pitágoras, o espectro de todas as possibilidades terrenas está associado ao número quatro. O quinto elemento aristotélico, a subtil quintessência, só se encontra pois no céu superior do fogo divino. O objectivo de todos os alquimistas era trazer esse quinto elemento para a terra através das repetidas transmutações que o seu trabalho implicava. O que se traduziu na frequente destilação do álcool, o espírito do vinho, ou na concepção da luz divina presente no sal.”
“O texto grego mais antigo de teor alquimista, sob o título programático de Physica Kai Mystika (das coisas naturais e das coisas ocultas), subdivide já a Opus Magnum em quatro fases, de acordo com as cores que apresentam: Negro (Nigredo), o Branco (Albedo), o Amarelo (Citrinitas), e o Vermelho (Rubedo).
Esta classificação perdurou de um modo geral ao longo de toda a história da alquimia, com variantes pouco significativas.”

Fonte: O Museu hermético / Alquimia & Misticismo de Alexander Roob